Páginas


(clique abaixo para ouvir a música)

LITURGIA DIÁRIA

LITURGIA DIÁRIA - REFLEXÕES E COMENTÁRIOS

Diário de Domingo 19/02/2017


Domingo, 19 de fevereiro de 2017


“Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.” (Chico Buarque)




EVANGELHO DE HOJE
Mt 5,38-48


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.­
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 38“Vós ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’
39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda!
40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto!
41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele!
42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado.
43Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’
44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa?
48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito!”

www.paulinas.org.br/diafeliz
  


Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.






MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Padre Bantu Mendonça Katchipwi Sayla

Jesus quer que vençamos o mal com o bem. Quer um amor traduzido em gestos concretos. É espontânea a pergunta: como é que Jesus deu um mandamento como este? A realidade é que Ele quer que a nossa conduta tenha como modelo a mesma de Deus, seu Pai, que “faz nascer o seu sol sobre maus e bons e faz cair a chuva sobre justos e injustos”. (Mt 5,45) É isto. Não estamos sozinhos no mundo: temos um Pai e devemos nos assemelhar a ele. Não só, mas Deus tem direito a esse nosso comportamento porque, enquanto nós éramos seus inimigos, estávamos ainda no mal, Ele foi o primeiro a nos amar (cf. 1Jo 4,19), mandando-nos o seu Filho, que morreu daquela maneira terrível por nós, cada um de nós.
            Só pelo amor divino, podemos ser perfeitos como o Pai. Pois, é difícil viver este preceito: “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus (…)” "Portanto,sede vós perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito.” Além de nos pedir para amar nossos inimigos, Jesus nos pede para que rezemos pelos que nos perseguem. Parece algo impossível, principalmente, quando observamos algumas famílias onde os pais, mães, filhos e irmãos se tratam violentamente, uma convivência difícil, acontecem muitos casos de assassinato dentro da família. Se isso acontece com as famílias, que naturalmente deveriam se amar, como fazer para amar o meu inimigo? Quem é meu inimigo? Aquela pessoa que se sente bem sente prazer ao me prejudicar. Aquela pessoa que é capaz de despertar em mim os sentimentos ruins como a mágoa, angústia, o desprezo, a ira...
“Amai os vossos inimigos”. Isto, sim, é revolucionário! Isto, sim, produz uma reviravolta no nosso modo de pensar e faz com que todos dêem uma guinada Porque, sejamos sinceros, algum inimigo… pequeno, ou mesmo grande, todos nós temos. Está ali do outro lado da porta do apartamento vizinho, naquela senhora tão antipática e intrigante, que procuro sempre evitar toda vez que está para entrar. Está naquele meu parente que trinta anos atrás agiu mal com meu pai. Senta-se atrás de você na escola e nunca, nunca mais você olhou para a sua cara desde que ele o acusou para o professor...
É aquela menina que você namorava e que depois o trocou por outro… É aquele comerciante que o enganou… São aqueles que, do ponto de vista político, não pensam como nós e por isso declaramos nossos inimigos. E hoje há quem vê o Estado como inimigo, e pratica violência contra pessoas que podem representá-lo. Assim como existem, e sempre existiram, pessoas que consideram inimigos os sacerdotes e odeiam a Igreja. Pois bem, todos esses e uma infinidade de outros, que chamamos inimigos, devem ser amados. Devem ser amados? Sim, devem ser amados! E não nos iludamos de que podemos resolver o problema simplesmente mudando o sentimento de ódio por outro mais benévolo. É preciso algo mais. Ouça o que diz Jesus:  “Amai os vossos inimigos e fazei o bem aos que vos odeiam. Falai bem dos que falam mal de vós e orai por aqueles que vos caluniam”.
Somos humanos, imperfeitos e pecadores. Para alcançarmos a perfeição que Jesus nos pede, o amor deve prevalecer. Sabemos Deus não concorda com nossos erros e pecados, mas ele nos ama, e está sempre pronto a nos perdoar. É essa perfeição que Jesus quer que alcancemos, devemos e podemos agir como o Pai, e ser perfeitos como ele. Alcançaremos a perfeição amando nosso inimigo, orando por aqueles não desejam nosso bem, que nos perseguem. Sendo gentis, pacientes, não ser grosseiro, indiferente, frio, não deixando que pessoas de nossa convivência influenciem no nosso modo de agir, às vezes exigindo uma reação contra a quem nos prejudicou. Não é assim que deve agir um cristão. Jesus disse:... “Ele faz nascer o sol sobre os maus e bons e faz cair a chuva sobre os justos e injustos (...) se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis?” Devemos então amar sem distinção, para nos tornamos filhos do Pai do céu (v. 45).
Na cruz, Jesus pede ao Pai para que perdoe os seus perseguidores, os seus carrascos. Jesus perdoou aqueles que tiraram sua vida. Seremos perfeitos quando conseguirmos perdoar aqueles que tiram vidas, aqueles comentem violências terríveis contra inocentes, indefesos... Podemos começar rezando por eles. Pedir ao Espírito Santo que se faça presente em nossos corações, para que sejamos capazes de amar com o amor divino. Que sejamos capazes de fazer o bem a quem nos fez mal, de amar quem nos odeia, e perdoar aqueles que praticam o mal. No evangelho de hoje, Jesus nos ensina que pelo amor, pelo perdão, pela misericórdia, podemos viver em comunhão e fraternidade, contribuindo assim para um mundo melhor. “A cruz é, para os cristãos, um sinal evidente de que, de fato, é possível amar os próprios inimigos”
Espírito de perfeição dispõe meu coração a imitar o exemplo de Jesus que, na cruz, nos deu a maior prova de amor aos inimigos. Senhor ensina-nos a não amar somente os que são nossos, a não amar somente os que amamos. Ensina-nos a pensar: nos outros e a amar, em primeiro lugar, aqueles a quem ninguém ama.








VÍDEO DA SEMANA

Sofrer pelo o que vale a pena - Pe. Fábio de Melo



https://www.youtube.com/watch?v=MfLRNjah4nU






MOMENTO DE REFLEXÃO


Certa vez, um homem plantou uma muda de roseira, esperando ver suas belas flores. Entretanto, ao regá-la e cuidar dela, ele sempre levava algumas espinhadas doloridas. Como pode uma flor tão bonita vir rodeada de espinhos? Decepcionado, parou de regar a roseira, antes que os botões abrissem, e a planta morreu.

O nosso próximo é como uma roseira. Tem belas flores, que são as suas qualidades, mas tem também os espinhos, que são os seus defeitos. Se olharmos só para os defeitos, nós nos isolamos e ficamos sem amigos.

Vamos regar as nossas amizades, vendo em cada pessoa as suas qualidades, às vezes escondidas atrás dos doloridos espinhos.

Um dos maiores dons que uma pessoa pode conquistar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar, do outro lado, as mais belas e perfumadas rosas. Isto é amor.



Diário de Sábado 18/02/2017


Sábado, 18 de fevereiro de 2017


“Viva em paz com a própria consciência e deixe que os companheiros vivam a existência deles próprios.”




EVANGELHO DE HOJE
Mc 9,2-13


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.­
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos
— Glória a vós, Senhor!


Seis dias depois, Jesus foi para um monte alto, levando consigo somente Pedro, Tiago e João. Ali, eles viram a aparência de Jesus mudar. A sua roupa ficou muito branca e brilhante, mais do que qualquer lavadeira seria capaz de deixar. E os três discípulos viram Elias e Moisés conversando com Jesus. Então Pedro disse a Jesus:
- Mestre, como é bom estarmos aqui! Vamos armar três barracas: uma para o senhor, outra para Moisés e outra para Elias.
Pedro não sabia o que deveria dizer, pois ele e os outros dois discípulos estavam apavorados. Logo depois, uma nuvem os cobriu, e dela veio uma voz, que disse:
- Este é o meu Filho querido. Escutem o que ele diz!
Aí os discípulos olharam em volta e viram somente Jesus com eles.
Quando estavam descendo do monte, Jesus mandou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem ressuscitasse. Eles obedeceram à ordem, mas discutiram entre si sobre o que queria dizer essa ressurreição. Então perguntaram a Jesus:
- Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?
Ele respondeu:
- É verdade que Elias vem primeiro para preparar tudo. Mas por que é que as Escrituras Sagradas afirmam que o Filho do Homem vai sofrer muito e ser rejeitado? Eu afirmo a vocês que Elias já veio, e o maltrataram como quiseram, conforme as Escrituras dizem a respeito dele.

www.paulinas.org.br/diafeliz
  


Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.






MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Jailson Ferreira


O que significa a Transfiguração de Jesus?
O Evangelho de hoje nos traz a reflexão sobre o episódio da transfiguração de Jesus. E a pergunta que poderíamos pensar hoje é: o que há de tão importante na transfiguração de Jesus?
A primeira e maior lição que devemos tirar dessa passagem é a divindade e a intimidade de Jesus com o Pai e os profetas do Antigo Testamento. Só um Homem-Deus poderia fazer o que Ele fez, e aquilo serviu para os 3 discípulos deixarem para trás qualquer dúvida que ainda pudesse haver quanto a divindade de Jesus. E mesmo assim, Jesus ainda pediu que eles guardassem segredo sobre o que eles viram, até que acontecesse a ressurreição.
Quando perguntado sobre Elias, o que deveria vir antes do Filho do Homem, Jesus afirmou que o Elias prometido já havia vindo, e que os homens fizeram dele o que quiseram... mataram. Esse Elias era o próprio João Batista, que veio para endireitar os caminhos, para a chegada de Jesus... Ele fez o que pôde para cumprir sua missão, e foi isso que garantiu seguidores fiéis a Jesus desde os primeiros dias de sua missão.
E eu? Será que Jesus precisa se transfigurar na minha frente para que eu acredite nEle? Será que eu estou esperando algo extraordinário acontecer, para me decidir a seguir Jesus incondicionalmente? Ele mesmo não nos engana dizendo que vai ser fácil... "Quem quiser me seguir, tome a sua cruz e me acompanhe." Não é fácil... Mas o fardo se torna leve, porque Ele nos ajuda a levar... assim como o cirineu o ajudou.
Que saibamos reconhecer as transfigurações de Jesus nas pessoas que nos rodeiam, e que também deixemos Jesus se transfigurar em nós para as pessoas, para que Ele alcance cada vez mais pessoas através de nós...

jailsonfisio@hotmail.com








CASA, LAR E FAMÍLIA

Dicas que vão facilitar sua vida


01. Deixar o sal soltinho: com o tempo, o sal vai ficando mais encorpado e pode ser uma aventura conseguir um saleiro. Para mantê-lo soltinho, leve uma panela ao fogo e, depois de aquecida, coloque o sal e mexa por dois ou três minutos. Para isso, procure evitar panelas de alumínio e use o fogo baixo.


02. Desenformar gelatina sem quebrar: para uma gelatina inteira e perfeita depois de desenformada, conte com o auxílio de altas temperaturas! Mergulhe a forma na água quente ou envolva-a com uma toalha molhada com água quente. Depois de alguns minutos, é só desenformar dando batidinhas no recipiente.


03. Preparar bacon no micro-ondas: quer preparar um bacon saboroso, sequinho e com pouca gordura em pouco tempo? Forre um prato com duas ou três folhas de papel toalha e coloque o bacon cortado em tiras. Por cima, coloque mais algumas folhas. Leve ao micro-ondas por um minuto em potência alta e, se for preciso, coloque por mais 30 segundos depois.


04. Limpar estofados de tecido: para remover odores, mofo, umidade e desinfetar estofados de tecido, comece escolhendo um dia ensolarado para fazer a limpeza. Polvilhe bicarbonato de sódio pelo estofado e aspire para remover o excesso. Depois, borrife vinagre branco e deixe secar ao sol.


05. Desentupir ralos: essa dica é ideal para desentupir ralos da pia da cozinha e do banheiro. Coloque no ralo uma xícara de bicarbonato de sódio e depois acrescente duas xícaras de vinagre branco de álcool. Quando a mistura não estiver mais efervescente, despeje água fervente e evite abrir a torneira por cerca de 30 minutos.


06. Remover os cabelos do ralo: cabelo cai e vai se acumulando no ralo – é inevitável. Para evitar a desagradável sensação do cabelo molhados nas mãos, use uma agulha de crochê para remover os fios.


07. Limpar mancha de fumaça da parede de tijolo: lareiras e churrasqueiras podem ser as grandes vilãs das manchas na parede. Para livrar-se delas, é só esfregar uma pedra de sapólio na parede umedecida e depois enxaguar com água.


08. Prolongar a limpeza do box do banheiro: lavar o banheiro é uma das atividades mais temidas do cotidiano. Mas, é possível prolongar um pouco mais o efeito da faxina, impedindo o crescimento de fungos nos rejuntes e evitando manchas por mais tempo. Para isso, basta borrifar vinagre branco de álcool na área a cada dois dias.


09. Limpar liquidificador: por causa das lâminas, o liquidificador pode ser um objeto complicado de limpar. Para remover a sujeira rapidamente, bata em alta velocidade alguns cubos de gelo, água morna e detergente. Em um ou dois minutos você tem copo e lâminas limpinhos!


10. Limpar forno queimado: resquícios de comida queimados podem resistentes rebeldes na hora da limpeza. Para facilitar, coloque um pano umedecido com amônia líquida no forno quente e deixe agir por algumas horas. Depois disso, os pedaços queimados terão se soltado e você pode fazer a limpeza normal no forno.







MOMENTO DE REFLEXÃO


Não conheço o amor abstrato. Conheço o amor pelo outro, pela pátria, pelo futuro, pela vida, pela obra.
Defender a dignidade do homem é, no mínimo, uma conexão ideológica, uma posição ecológica, uma convicção.
Não entendo humanidade e civilização sem o homem como princípio, como ator e objeto, como sujeito e razão.
Tocar a harpa do tempo a muitos dedos.
Vencer o mito da impotência (há muitos medos)
Sei que não se pode mudar os começos: os meninos escravos, as meninas prostituídas, as famílias exploradas nos campos e nas cidades.
As formas diversas de ditadura que golpearam seguidas vezes o estômago do pensamento livre do meu país, a produção da miséria e desigualdade em todo o canto, a toda hora ...
Ora, não se pode mudar o começo.
A História não dá ré, é natural.
Mas se pode mudar o final.
Por isso, gosto de agir no meio.
Por meio disso, encontro um meio genial de provocar mudança nesses destinos, oferecendo meios ao meu igual.
Se um se multiplica, o vento sopra sobre as sementes e a chuva realiza sua benção, será trigo a ação da gente, será mesa farta de pão, será eterno o milharal!
Penso em você, na capacidade que tem de ler se eu ensinar.
Na vocação que tem de transformar, se eu informar.
Que os mares da generosidade jamais desabasteçam meus caminhos.
Que sejam sustentáveis os desenvolvimentos não esporádicos, não bambos, não endividados, não ilusões ocas desse tempo.
Filantropia para mim não é exibição.
Nem é um negócio para Deus me dar em dobro depois.
Tampouco dar feijão com arroz. Falo de instrumentar o plantador, viabilizar-lhe a enxada do seu sujeito, a bússola do seu trajeto, o trator infinitamente potente pra que seja sempre a sua lavoura.
Sei que na ponta do fato está a arma, no berço está o medo.
Aí quero atuar - antes do desespero, imobilizando-o, inviabilizando-o, retirando-lhe o cenário, a probabilidade.
Ao invés de cobrar do Estado única paternidade, é ele o meu parceiro porque meu recurso privado, em algum momento do seu ser, no percurso do seu estado, já foi público alguma vez.
Tu és público e ao público tornará!
Vivo sobre esta clara ética tenho comigo múltiplas personalidades todas elas querem dar a mão à ciranda da história responsável dessa vida que chamamos sociedade, cidadania.
O amor é a nossa unidade e nossa alegria.
Vou me apresentar: não sou herói, não sou rei tampouco sou metade e não sou um só sou um permanente congresso de mãos, cheio de diversas forças e de boas vontades.
Que mania que têm todos de achar, há muitos anos, que o mundo está terminado!
Pois para mim, todos os dias, em cada ação de um dos meus muitos seres, o mundo está apenas começando!

Elisa Lucinda


Diário de Sexta-feira 17/02/2017


Sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017


“O importante é "semear", produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.” (cora coralina)



EVANGELHO DE HOJE
Mc 8,34-9,1


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.­
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, 34chamou Jesus a multidão com seus discípulos e disse: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. 35Pois quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; mas quem perder a sua vida por causa de mim e do Evangelho vai salvá-la.
36Com efeito, de que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro se perde a própria vida? 37E o que poderia o homem dar em troca da própria vida? 38Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras diante dessa geração adúltera e pecadora, também o Filho do Homem se envergonhará dele quando vier na glória do seu Pai com seus santos anjos”. 9,1Disse-lhes Jesus: “Em verdade vos digo, alguns dos que aqui estão não morrerão sem antes terem visto o Reino de Deus chegar com poder”.

www.paulinas.org.br/diafeliz
  


Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.






MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade


Bom dia!
É importante ler a primeira leitura para refletirmos o evangelho de hoje
“(…) o Senhor os dispersou daquele lugar por toda a superfície da terra, e eles cessaram de construir a cidade. Por isso, foi chamada Babel, porque foi lá que o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo, e de lá dispersou os homens por toda a terra“. (Gênesis 11, 8-9)
Em Babel, Deus interveio diretamente sobre o sonho ambicioso e descontrolado do homem que edificava sobre sua inteligência e conhecimento o seu poder. Nessa profunda narrativa o povo judeu via e acreditava que seu Deus não os havia abandonado e acatava, de certa forma, a vontade de Dele em confundir os tais sábios.
Difícil não tentar imaginar também a “pulga atrás da orelha” sobre eles: Deus estaria punindo a desobediência mais uma vez ou havia um plano futuro? O salmista deixa sua opinião sobre o assunto dizendo: “(…) O SENHOR DESFAZ OS PLANOS DAS NAÇÕES E OS PROJETOS QUE OS POVOS SE PROPÕEM. MAS OS DESÍGNIOS DO SENHOR SÃO PARA SEMPRE, E OS PENSAMENTOS QUE ELE TRAZ NO CORAÇÃO, DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, VÃO PERDURAR”. (Salmo 32)
E o evangelho? É como se Jesus dissesse: Você acredita ou não? Se não acredita corre agora! Repare algo: no evangelho de amanhã Ele se transfigura na presença de Pedro, João e Tiago e cumpria-se assim o que havia dito “estão aqui algumas pessoas que não morrerão antes de verem o Reino de Deus chegar com poder” (evangelho de sábado). Jesus se revelava por inteiro através da transfiguração.
Jesus tem promessas a serem cumpridas com aqueles que acreditam, portanto fique! Acredite! Deus confundiu os “sábios” em Babel e se torna simples e compreendido novamente através da vinda de Jesus e da fé daqueles que ainda crêem.
“(…) Com efeito, não me envergonho do Evangelho, pois ele é uma força vinda de Deus para a salvação de todo o que crê, ao judeu em primeiro lugar e depois ao grego. Porque nele se revela a justiça de Deus, que se obtém pela fé e conduz à fé, como está escrito: O justo viverá pela fé (Hab 2,4)”. (Romanos 1,16-17)
O passado foi enterrado sobre as pedras que desmoronaram em Babel e definitivamente soterrados através da mensagem, vida e morte de Jesus Cristo, portanto livres da morte Deus não tem mais intervindo para gerar a dúvida e sim a solução, sendo assim todos aqueles que hoje passam por dificuldades, onde as soluções parecem como as pessoas que restaram de Babel, ou seja, confusas, Deus se revela como um profundo sinal de lucidez em meio ao tormento.
Muitos ainda dizem que “carregam suas cruzes” no entanto, carregar a cruz não é lembrar ou viver sofrendo, é testemunhar a promessa se concretizando ainda hoje. É atestar que a morte do cordeiro não foi em vão! É dizer que, apesar do sofrimento, da tempestade, (…) o brilho da vitória é ainda maior. Carregar a cruz é não ter vergonha de dizer que é católico, que é casado, que ama sua família, que vai a missa, que participa da comunidade, que devolve o dízimo, que se benze ao levantar, que reza o terço todo dia, que acredita na virgindade, na fidelidade conjugal, que lê a bíblia, (…) é não ter vergonha de falar para seus amigos que você não vai “festar”, mas que vai trocar o barulho por um retiro de carnaval; que vai pro Vinde e Vede rezar; é dizer que prefere ler um bom livro a ver novela ou nádegas no Big Brother; é não ter medo de jejuar, se confessar e por fim ter coragem de dizer “Deus te abençoe” ou “Vá com Deus” a quem convive conosco.
 “(…) Presta atenção às minhas palavras, aplica teu coração à minha doutrina, porque é agradável que as guardes dentro de teu coração e que elas permaneçam, todas, presentes em teus lábios”. (Provérbios 22, 17-18)
Um imenso abraço fraterno! Bom fim de semana!








CULINÁRIA

Frango Espalmado

INGREDIENTES

Suco e raspas de 2 limões (100 ml)
1 colher (sopa) de sal grosso (25 g)
20 dentes de alho sem casca amassados (+/- 80 g)
2 sachês de tempero sabor frango
1 colher (chá) de pimenta caiena
Sálvia e tomilho picados a gosto
1⁄2 xícara (chá) de cachaça (120 ml)
1 frango inteiro com pele (+/- 2 kg)
4 batatas descascadas e cortadas em rodelas (+/- 800 g)
1 xícara (chá) de água

 MODO DE PREPARO

Coloque em uma tigela o suco e raspas de 2 limões, 1 colher (sopa) de sal grosso, 20 dentes de alho sem casca amassados, 2 sachês de tempero sabor frango, 1 colher (chá) de pimenta caiena, sálvia e tomilho picados a gosto, ½ xícara (chá) de cachaça, misture e reserve.

Em uma tábua coloque 1 frango inteiro com o peito para baixo e com uma faca afiada abra-o pela coluna e retire-a com cuidado.

Abra o frango e entre as duas costelas retire o osso central.

Com os dedos solte um pouco a pele do peito do frango e tempere bem com a mistura de temperos (feita acima), coloque o frango dentro de um saco plástico e deixe marinar por 24 horas dentro da geladeira.

Retire o frango da marinada e seque toda a pele com papel absorvente. Reserve a marinada.

Em uma assadeira coloque 4 batatas descascadas e cortadas em rodelas, a marinada (reservada acima), o frango com o peito para cima e leve para assar em forno alto preaquecido a 220° C por 1 hora.

Retire o frango e as batatas da assadeira e coloque-a direto na boca do fogão (fogo médio. Adicione 1 xícara (chá) de água, misture, amasse o alho grosseiramente e deixe apurar por +/- 5 minutos e desligue o fogo. Sirva o frango em seguida com as batatas, o caldo da assadeira e pimentões vermelhos assados e cortados em tiras.



Frango ao Vinho
Com manteiga clarificada


INGREDIENTES

FRANGO

2 filés de frango (+/- 450 g)
Sal e pimenta caiena em pó a gosto
1 colher (sopa) de manteiga clarificada
2 dentes de alho cortados ao meio
4 pedaços de 5 cm cada de alho-poró
100 g de cenoura baby
1 ramo de alecrim
240 ml de vinho branco (1 xícara de chá)
Sal a gosto
2 colheres (sopa) de mostarda amarela

MANTEIGA CLARIFICADA

200 g de manteiga sem sal

 MODO DE PREPARO

FRANGO

Coloque 2 filés de frango entre 2 folhas de papel-manteiga e com as mãos fechadas dê socos na parte mais grossa do frango para nivelar cada filé. Em seguida, tempere com sal e pimenta caiena em pó a gosto e reserve.
Em uma frigideira em fogo médio coloque 1 colher (sopa) de manteiga clarificada, 2 dentes de alho cortados ao meio e deixe derreter a manteiga. Assim que os dentes de alho dourarem, retire-os da frigideira e despreze-os, aumente o fogo, adicione os filés de frango temperados e deixe que dourem dos dois lados (+/- 6 minutos). Transfira os filés de frango para um prato, cubra com papel filme e reserve.
Na mesma frigideira em fogo alto coloque 1 colher (sopa) de manteiga clarificada, adicione 4 pedaços de alho-poró, 100 g de cenoura baby e 1 ramo de alecrim e deixe dourar, mexendo sempre. Abaixe o fogo, junte 240 ml de vinho branco, tempere com sal a gosto, tampe a frigideira e deixe cozinhar até os legumes ficarem al dente (+/- 5 minutos). Retire os legumes da frigideira e reserve.
Adicione na frigideira 2 colheres (sopa) de mostarda, o liquido escorrido dos filés de frango e deixe em fogo baixo por 1 minuto.
Em pratos de servir coloque uma porção de legumes grelhados, um filé de frango cortado em fatias, regue o molho da frigideira e sirva a seguir.

MANTEIGA CLARIFICADA

Coloque a manteiga em uma panela e leve ao fogo baixo e deixe derreter lentamente, por cerca de 20 minutos. Durante o cozimento vai se formar na superfície uma camada de espuma (sólidos). Vá retirando esta espuma com uma escumadeira e desprezando.

OBS: Dependendo da qualidade da manteiga, a quantidade de sólidos pode ser grande.







MOMENTO DE REFLEXÃO


Feliz é aquele que saboreia quando come, enxerga quando olha, dorme quando deita, compreende quando reflete, aceita-se e aceita a vida como ela é.
Há quem diga que felicidade depende, antes de tudo, de bastar-se a si próprio; de não depender de ajuda, de opinião e, sobretudo, de não se deixar influenciar por ninguém.
Será mesmo? Você pode imaginar uma pessoa assim?
Lao Tzé dizia: "Grande amor, grande sofrimento; pequeno amor, pequeno sofrimento; não amor, não sofrimento".
Pode imaginar você um homem sem paixão, sem desejos? A felicidade, entendida assim, não seria apenas um engôdo, algo contra a natureza humana?
Evidentemente! Sem amor, sem paixão, que sentido teria a existência?
A felicidade é proporcional ao risco que se corre. Quem se protege contra o sofrimento, protege-se contra a felicidade.
Quem se torna invulnerável, torna sem sentido a existência.
O homem feliz aceita ser vulnerável. O homem feliz aceita depender dos outros, mesmo pondo em risco sua própria felicidade.
É a condição do amor e de todas as relações humanas, sem o que a vida não teria sentido.

Jean Onimus


Diário de Quinta-feira 16/02/2017


Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017


“O poder não está no salto, mas na delicadeza dos passos.” (Renata Gomes)




EVANGELHO DE HOJE
Mc 8,27-33


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.­
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos
— Glória a vós, Senhor!


Depois Jesus e os seus discípulos foram para os povoados que ficam perto de Cesaréia de Filipe. No caminho, ele lhes perguntou:
- Quem o povo diz que eu sou?
Os discípulos responderam:
- Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é um dos profetas.
- E vocês? Quem vocês dizem que eu sou? - perguntou Jesus.
- O senhor é o Messias! - respondeu Pedro.
Então Jesus proibiu os discípulos de contarem isso a qualquer pessoa.
Jesus começou a ensinar os discípulos, dizendo:
- O Filho do Homem terá de sofrer muito. Ele será rejeitado pelos líderes judeus, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da Lei. Será morto e, três dias depois, ressuscitará.
Jesus dizia isso com toda a clareza. Então Pedro o levou para um lado e começou a repreendê-lo. Jesus virou-se, olhou para os discípulos e repreendeu Pedro, dizendo:
- Saia da minha frente, Satanás! Você está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa.

www.paulinas.org.br/diafeliz
  


Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.






MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade


Bom dia!
“(…) A resposta que damos à pergunta que Jesus faz aos discípulos e a cada um de nós no Evangelho de hoje mostra principalmente o significado que ele tem em nossas vidas e exige coerência no relacionamento que nós temos com ele. Para Pedro, Jesus é o Messias, o enviado de Deus, o Ungido, o Salvador, mas Pedro é incoerente no relacionamento, pois não quer submeter-se a ele e aceitar os caminhos da salvação. Assim também acontece conosco: dizemos que Jesus é amor, mas não amamos; que é Deus, mas não o servimos; que é o enviado do Pai, mas não o ouvimos; que é nosso irmão, mas não criamos fraternidade”. (Reflexão proposta pela CNBB)
Somos realmente incoerentes em muitas coisas relacionadas a nossa caminhada… Queremos estar com Deus, mas nem sempre nos esforçamos para encontrá-lo; ambicionamos o céu, mas não queremos ir agora (riso); afirmamos que nos converteremos e que não teremos os mesmos erros do passado, mas não conseguimos cumprir…
O primeiro chamado que cada um de nós recebe é de reconhecê-lo como Senhor. Esse reconhecimento parte de nós. Mas o que é reconhecer?
Um bebe “reconhece” sua mãe, nos reconhecemos nas fotografias e ao nos ver no espelho, reconhecemos cheiros bons e ruins, reconhecemos gestos, “caras e bocas”, sentimentos… Mas o que talvez Deus queira é que além das nossas feições e estímulos do ambiente comecemos a reconhecer o que fazemos, ou seja, como de fato nos comportamos.
Se dizer de Deus denota que reconheçam isso nós e não somente ter a placa indicando. Posso abrir um restaurante, mas isso não garante que as pessoas venham experimentar, estar dentro da igreja, conduzir uma pastoral não é garantia que essa pessoa tenha uma fé madura. Quantos padres, ministros leigos, (…) conhecemos que mais afastam as pessoas do que agregam?
Muito mais que “viver na igreja”, reconhecer Jesus é “viver a igreja”. Pedro reconhece a pessoa e quem de fato Jesus representava, mas Jesus não conseguia entrar de fato em seu coração e mesmo a outros tantos episódios, Pedro ainda demorou muito tempo para permitir que fosse preenchido pela palavra de Deus.
Lucas quando narra os Atos dos Apóstolos descreve por varias vezes o quanto Pedro relutou em mudar. Preso em seus conceitos relutava em ver que Deus tinha um projeto que atingia muito mais gente que somente os judeus. Quantas vezes nós também reduzimos a salvação a aqueles que nos cercam e que pertencem ao meu grupo? É justamente disso que Tiago fala na primeira leitura de hoje.
“(…) Meus irmãos, a fé que tendes em nosso Senhor Jesus Cristo glorificado não deve admitir acepção de pessoas” (Tiago 2,1).
Só caiu a ficha de Pedro após uma dura reflexão com Paulo, narrado também nos atos dos apóstolos, narrativa essa mal interpretada como se Pedro e Paulo tivessem diferenças gritantes quanto ao projeto. Tanto Pedro como Paulo já reconheciam Jesus, mas a grande diferença foi que Paulo entendeu primeiro o que Jesus tinha dito. Paulo pensou como Jesus pensava bem antes que aquele que o reconheceu primeiro. “(…) Você está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa“.
E nós, como pensamos?
Um imenso abraço fraterno!







MUNDO ANIMAL

Por que um cachorro fica com falta de apetite e o que precisa ser feito
Postado por Cão Cidadão em 20/dez/2016


A falta de interesse pela comida pode ser causado por um problema comportamental e pro uma doença, é preciso ficar atento
Olá, amigos do Canal do Pet, tudo bem? O cãozinho de vocês está sofrendo com a falta de apetite?
Esta é uma questão que gera muitos questionamentos e preocupação por parte do tutores. A falta de apetite faz com que o cão simplesmente olhe para o pote de ração e não queria comer, recuse qualquer outro tipo de comida e até o petisco favorito dele.
O apetite
Estar sempre pedindo por uma comida diferente e ter o apetite voraz é um comportamento normal dos cães, mas isso não significa que eles estejam com fome. É instintivo querer comer um pouco a mais, pois seus ancestrais eram caçadores e não sabiam quando seria a próxima refeição.
Claro que isso não significa que os nossos cachorros devam ter atendido esse capricho genético, já que, atualmente, eles não precisam manter uma reserva de energia para garantir sua sobrevivência.
E por que a falta de apetite?
Quando nos vemos diante de um cachorro com falta de apetite, é importante observar se esse comportamento começou de uma hora para outra, pois pode ser sintoma de algum doença. Consultar um veterinário, portanto, é uma providência importante.
Por outro lado, é bem comum que essa conduta esteja sendo reforçada. Isso ocorre, por exemplo, quando o tutor, ao notar que o cão cheira a ração e sai sem comer, se desespera e coloca um atrativo delicioso para deixar a ração mais saborosa. Assim, o cão aprende que, ao simplesmente olhar para a comida e não comer, ganhará coisas mais gostosas em seguida, além de atenção e carinho. Ele pode, em grande partes dos casos, se tornar obeso, o que piora ainda mais a situação.
Por isso, a orientação é fazer exatamente o contrário: somente elogiar quando o cachorro estiver comendo, e não se deve pegar o pote, colocar algo mais gostoso e devolvê-lo ao cão. Essa atitude é uma das principais causas de um cachorro sem apetite.
Não ao jejum prolongado
Por outro lado, não recomendo deixar o cão sem comer por longos períodos até que tenha fome. Não se deve fazer uma dieta radical com o animal. Isso pode gerar problemas sérios de saúde, como gastrite.
Caso o pet não esteja aceitando a ração pura de forma alguma, deve-se manter as coisas gostosas, mas adequar a quantidade menor de acordo com as orientações do veterinário. Prepare a mistura antes de oferecer ao pet: não devemos esperar o cão não comer para fazer o prato gostoso.
Com o tempo, a tendência é que ele comece a perder peso, o apetite aumente e, aí sim, pode-se ir retirando aos poucos as guloseimas acrescidas às refeições.
Dicas para o cão ter aquele apetite
Além de oferecer a ração na quantidade correta para o cachorro com falta de apetite, tornar a hora da alimentação um momento divertido também ajuda no problema. Ou seja, deixar a alimentação mais ativa.
Lembrando que, na natureza, os canídeos teriam que andar, caçar e abater uma presa para poder se alimentar. Nós tornamos a vida deles muito fácil e tediosa simplesmente colocando um pote de ração em sua frente.
Portanto, que tal tornar esse momento algo prazeroso e divertido? Usar brinquedos que liberam comida em vez de oferecer toda a refeição em um pote é uma ótima pedida. Assim, os cachorros terão que “trabalhar” para obter a ração, o que é ótimo.
Esconder pequenas quantidades pela casa, para que ele precise farejar para encontrar também é muito bacana. Mais um comportamento natural dos cães que será incentivado.
Devemos sempre lembrar que a alimentação adequada é uma das condições para uma vida saudável. Assim, cabe a nós o dever de tornar esse momento divertido e garantir ao pet os nutrientes necessários e nas quantidades adequadas. Seguindo essas dicas, será muito difícil ter um cão com falta de apetite, a não ser que o motivo seja uma doença.
Um abraço a todos,
Alexandre Rossi.








MOMENTO DE REFLEXÃO


"Tudo aconteceu numa terra distante, no tempo em que os bichos falavam... Os urubus, aves por natureza becadas, mas sem grandes dotes para o canto, decidiram que, mesmo contra a natureza eles haveriam de se tornar grandes cantores. E para isto fundaram escolas e importaram professores, gargarejaram dó-ré-mi-fá, mandaram imprimir diplomas, e fizeram competições entre si, para ver quais deles seriam os mais importantes e teriam a permissão para mandar nos outros. Foi assim que eles organizaram concursos e se deram nomes pomposos, e o sonho de cada urubuzinho, instrutor em início de carreira, era se tornar um respeitável urubu titular, a quem todos chamam de Vossa Excelência. Tudo ia muito bem até que a doce tranqüilidade da hierarquia dos urubus foi estremecida. A floresta foi invadida por bandos de pintassilgos tagarelas, que brincavam com os canários e faziam serenatas para os sabiás... Os velhos urubus entortaram o bico, o rancor encrespou a testa , e eles convocaram pintassilgos, sabiás e canários para um inquérito.
— Onde estão os documentos dos seus concursos? E as pobres aves se olharam perplexas, porque nunca haviam imaginado que tais coisas houvessem. Não haviam passado por escolas de canto, porque o canto nascera com elas. E nunca apresentaram um diploma para provar que sabiam cantar, mas cantavam simplesmente...
— Não, assim não pode ser. Cantar sem a titulação devida é um desrespeito à ordem.
E os urubus, em uníssono, expulsaram da floresta os passarinhos que cantavam sem alvarás...
MORAL: Em terra de urubus diplomados não se houve canto de sabiá."


O texto acima foi extraído do livro "Estórias de quem gosta de ensinar — O fim dos Vestibulares", editora Ars Poetica — São Paulo, 1995, pág. 81.



Diário de Quarta-feira 15/02/2017


Quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017


“Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso.”




EVANGELHO DE HOJE
Mc 8,22-26


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.­
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, 22Jesus e seus discípulos chegaram a Betsaida. Algumas pessoas trouxeram-lhe um cego e pediram a Jesus que tocasse nele.
23Jesus pegou o cego pela mão, levou-o para fora do povoado, cuspiu nos olhos dele, pôs as mãos sobre ele, e perguntou: “Estás vendo alguma coisa?”
24O homem levantou os olhos e disse: “Estou vendo os homens. Eles parecem árvores que andam”. 25Então Jesus voltou a por as mãos sobre os olhos dele e ele passou a enxergar claramente. Ficou curado, e enxergava todas as coisas com nitidez. 26Jesus mandou o homem ir para casa, e lhe disse: “Não entres no povoado!”

www.paulinas.org.br/diafeliz
  


Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.






MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade


Bom dia!
Marcos não foi um dos doze que inicialmente foram chamados a seguir a Jesus. Por estar muito próximo a Pedro é possível que o grande discípulo tenha lhe dito muito do que ele narra no evangelho. Jesus teve muita influencia sobre a vida e sobre a conversão de Pedro e se Marcos baseou-se nas narrativas desse apóstolo, justifica-se a preocupação em narrar mais este milagre.
Quem já caminhou cego sabe dar valor a visão!
Imaginemos: Acontece um problema que parece não ter solução aparente (e como isso acontece, não é verdade?) e em resposta a esse problema desperta em nós a idéia concreta que não somos mais tão ingênuos ao amor de Deus. Clamamos por Sua ajuda e que nos ajude a resolver algo que não conseguimos achar solução. Então de joelhos rezamos, fazemos promessas, fazemos cercos de Jericó, novenas, procuramos até “cabelo até em ovo”, (…) Óh Senhor não consigo encontrar solução!
“(…) Invoquei o Senhor na angústia; o Senhor me ouviu, e me tirou para um lugar largo o Senhor está comigo; não temerei o que me pode fazer o homem. O Senhor está comigo entre aqueles que me ajudam; por isso verei cumprido o meu desejo sobre os que me odeiam” (Salmo 118 , 5-7)
Quando o problema então é muito maior que nossas forças ou entendimento não conseguimos de imediato ver a consolação de Deus e tão pouco o real problema então Ele pergunta: “Você está vendo alguma coisa”? Respondo – “Vejo pessoas; elas parecem árvores, mas estão andando”.
Problemas difíceis são assim, onde existem muros vemos muralhas; onde tem buracos vemos abismos; ondas vemos maremotos, tribulações vemos terremotos, (…); Meu Irmão, minha irmã, confie em Deus. Se necessário for, e o problema for muito grande, Jesus colocará novamente a mão em você! Mas dessa vez olhe firme e seja curado, liberto, renovado…
Note outra coisa no misterioso gesto de Amor de Jesus. Ele pede que você se retire do local em que você se encontra. Esse local não é uma residência, uma relação ou amizades, mas como você esta vivendo hoje em sua residência, seus relacionamentos e suas amizades. Olho e procuro amigos e vejo árvores andando…
Olhe firme para Jesus! Pois não importa quanto tempo você tem de caminhada, não importa o quanto você já se dedica ou se dedicou a obra, não importam quantas experiências com Deus você já teve… Importa hoje que sou pequeno e Ele deseja que eu seja forte Nele e que pra todo problema Deus apresenta uma solução, uma resposta a nossa cegueira que nenhum médico poderia encontrar.r
A resposta de um problema pode VIR POR FASES, ou seja, passo-a-passo. Deixe que Jesus te toque, permita abandonar seu jeito de viver (orgulho, vaidade, gênios, temperamento) por algo ainda melhor. Reze! Feche os olhos e receba a paz que vem Dele! Creia e abra os olhos!
“(…) Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam”. (I Coríntios 2, 9)
Fique em Paz!
Um imenso abraço fraterno!






CURIOSIDADES

Fatos que você desconhecia


1-Segundo as Nações Unidas, existem mais de 3 milhões de navios naufragados no fundo do mar.


2- A popstar Madonna possui um QI registrado de 140, ou seja, um valor que apenas superdotados têm (2% da população).


3- No dia da Lua Cheia de Tabodwe, o 11º mês do calendário birmanês, mais de 100 mil monges costumam se unir para rezar pela paz mundial.


4- Você sabia que os personagens principais de “Bob Esponja” foram inspirados nos 7 pecados capitais? Ganância - Sr. Sirigueijo, Inveja - Plankton, Preguiça - Patrick, Orgulho - Sandy, Ira - Lula Molusco, Gula - Gary, Luxúria - Bob Esponja.


5- Segundo a física de Einstein, dentre todos os super-heróis, o Flash teria o soco mais forte. Isso porque a velocidade é igual a força.


6- Por incrível que pareça, a cantora Carly Rae Jepsen é mais velha do que Adele, Lady Gaga e Rihanna.


7- O primeiro cardápio do McDonald’s era repleto de cachorros-quentes e não hambúrgueres.


8- Todos os oceanos do planeta contém aproximadamente 20 milhões de toneladas de ouro.


9- A Google contratou um camelo para rastrear um deserto e você conseguir vê-lo no Google Earth.


10- As aranhas conseguem sobreviver por horas debaixo d’água através de um coma induzido que elas mesmas proporcionam.







MOMENTO DE REFLEXÃO


Tese de um pensador russo chamado Guerdjef, que no início do século passado já falava em auto-conhecimento e na importância de se saber viver.
Dizia ele: "Uma boa vida tem como base o sentido do que queremos para nós em cada momento e daquilo que, realmente vale como principal".
Assim sendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris.
Dizem os "experts" em comportamento que, quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade interna. Ei-las:

1. Faça pausas de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo. Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.

2. Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou. Querer agradar a todos é um desgaste enorme.

3. Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o improviso, consciente de que nem tudo depende de você.

4. Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que sejam os seus quadros mentais, você se exaure.

5. Esqueça, de uma vez por todas, que você é imprescindível. No trabalho, casa, no grupo habitual. Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.

6. Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.

7. Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir às pessoas certas.

8. Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os porque são pura perda de tempo e ocupam um espaço mental precioso para coisas mais importantes.

9. Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho, sem também achar que é o máximo a se conseguir na vida.

10. Evite se envolver na ansiedade e tensão alheias enquanto ansiedade e tensão. Espere um pouco e depois retome o diálogo, a ação.

11. Família não é você, está junto de você, compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.

12. Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso, a trave do movimento e da busca.

13. É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.

14. Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.

15. Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse lixo mental; escute o que falaram bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento.

16. Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo ... para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.

17. A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é muito diferente.

18. Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.

19. Não abandone suas 3 grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé!

20. E entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: VOCÊ É O QUE SE FIZER SER!