Páginas


(clique abaixo para ouvir a música)

LITURGIA DIÁRIA

LITURGIA DIÁRIA - REFLEXÕES E COMENTÁRIOS

Diário de Sexta-feira 06/03/2015


Sexta-feira, 06 de março de 2015.


"Se você desiste quando as coisas ficam difíceis, você nunca viverá algo de fato grande."



EVANGELHO DE HOJE
Mt 21,33-43.45-46


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.


Escutem outra parábola: certo agricultor fez uma plantação de uvas e pôs uma cerca em volta dela. Construiu um tanque para pisar as uvas e fazer vinho e construiu uma torre para o vigia. Em seguida, arrendou a plantação para alguns lavradores e foi viajar. Quando chegou o tempo da colheita, o dono mandou alguns empregados a fim de receber a parte dele. Mas os lavradores agarraram os empregados, bateram num, assassinaram outro e mataram ainda outro a pedradas. Aí o dono mandou mais empregados do que da primeira vez. E os lavradores fizeram a mesma coisa. Depois de tudo isso, ele mandou o seu próprio filho, pensando: "O meu filho eles vão respeitar." Mas, quando os lavradores viram o filho, disseram uns aos outros: "Este é o filho do dono; ele vai herdar a plantação. Vamos matá-lo, e a plantação será nossa." Então agarraram o filho, e o jogaram para fora da plantação, e o mataram.
Aí Jesus perguntou: E agora, quando o dono da plantação voltar, o que é que ele vai fazer com aqueles lavradores?
Eles responderam: Com certeza ele vai matar aqueles lavradores maus e vai arrendar a plantação a outros. E estes lhe darão a parte da colheita no tempo certo. Jesus então perguntou: Vocês não leram o que as Escrituras Sagradas dizem? "A pedra que os construtores rejeitaram veio a ser a mais importante de todas. Isso foi feito pelo Senhor e é uma coisa maravilhosa!" E Jesus terminou: Eu afirmo a vocês que o Reino de Deus será tirado de vocês e será dado para as pessoas que produzem os frutos do Reino. Os chefes dos sacerdotes e os fariseus ouviram as parábolas que Jesus contou e sabiam que ele estava falando a respeito deles. Por isso queriam prendê-lo, mas tinham medo da multidão porque o povo achava que Jesus era profeta.



Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.







MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade



Bom dia!
Tenho oportunidade de conversar com muita gente e durante essas conversas surgem tremendos desabafos que acabam me motivando ainda mais a continuar caminhando. São pessoas felizes, tristes, esperançosas, magoadas, vivendo turbulências, alguns jubilosos, mas as que mais me chamam a atenção são aquelas que são perseguidas, menosprezadas, deixadas num canto, não pelo sofrimento, mas por não terem feito nada de errado.
“(…) Felizes sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus. Pois foi deste modo que perseguiram os profetas que vieram antes de vós”. (Mateus 5, 11-12)
Sabemos que Jesus em sua inigualável sabedoria usava de situações e exemplos que transpunham as pessoas a se por no lugar da história e dela, a partir de uma opinião, traçar uma resposta ou conclusão.
Quem por ventura era o filho do dono da vinha?
Nossa fé nos faz acreditar que um dia Jesus voltará e de forma gloriosa, no entanto, e se Ele optar pelo vento suave e não pelo vendaval, conseguiremos vê-lo ou reconhecê-lo?
Quantas pessoas de nossa comunidade, serviço, faculdade também são assim. Trabalham, trabalham, se empenham, se prontificam, ajudam, dão suor, mas quando apontam uma situação nossa errada ou pelo menos equivocada são taxadas como “causadores de tumulto”, “sabichões”, (…). Fico imaginando o pobre filho do dono da vinha… Cheio de boas intenções, mas feriu o interesse daqueles que querem ficar com que não é deles.
E quando a justificativa é a experiência? O tempo de casa, comunidade? (hunf) Outra briga! E o vento sopra e mais uma vez não é ouvido pelo orgulho.
Acredito que os que têm mais tempo de casa deveriam ser os primeiros a denunciar o que é errado ou equivocado. A idéia de não querer se indispor já nos fez perder muitas lideranças. Devem ser ouvidos e não se calar. Conheço também muita gente que por falta de humildade e demasiadamente animado pela juventude (ou seria infantilidade) não se permite a ouvir, mas, ha de se convir, que devemos sempre abrir um precedente em todas as discussões: E SE ELE ESTIVER CERTO e EU ERRADO?
O vento sopra suave, mas se torna quase impossível ouvi-lo ou senti-lo quando gritamos.
Já presenciei reuniões que quase virou barraco; já presenciei também discussões homéricas por causa de uma coisa banal esquecida durante a missa; ah!! E aquelas discussões por causa da música, do glória, do ato penitencial… (risos). Tenho conhecidos que se tornaram especialistas em assistir a missa como se fosse aquele jogo dos sete erros (risos). Vão correndo na liturgia, no pároco, no bispo e se fosse fácil, até no papa, pra dizer aquilo que ninguém na missa percebeu e só ele (a), pois na verdade ainda não notou que , mais uma vez, não ouviu a palavra.
Já ia esquecendo… E os irmãos (inclusive eu já me peguei fazendo isso) que sentam pra ouvir a homilia ou reflexão ou a pregação do colega ou do sacerdote, só pra anotar as coisas erradas (ao seu entender) que são ditas no calor de uma emocionada fala? Descobri que quando fazemos isso estamos revelando um lado imaturo nosso que se sacia com o erro do outro, ou seja, quanto mais imaturos, mais procuramos defeitos nos outros para me sentir melhor que ele (a). Ah! É inveja mesmo! (risos)
Olha, se o filho do dono voltasse hoje pra ver como tratamos o que Ele nos confiou, poderia ter o mesmo fim que aqueles que são perseguidos.
Ouçamos mais os outros! Eles podem estar representando o Dono. Lembrem do evangelho de ontem…
“(…) Se eles não escutarem Moisés nem os profetas, não crerão, mesmo que alguém ressuscite”. (Lucas 16, 31)
Um imenso abraço fraterno!







CULINÁRIA


Brownie de Nutella com Nozes



INGREDIENTES
4.5
10 votos
3 comentários Avalie essa receita
1 e 1/2 vidro de Nutella do pequeno
1/2 tablete de manteiga derretida (100 g)
1 xícara de açúcar
3 ovos
150 g de farinha de trigo (1 xícara cheia)
1 colher de sopa de cacau em pó
200 g de nozes picadas (reserve um pouco para salpicar por cima)
1 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de chá de baunilha


MODO DE PREPARO

Pré-aqueça o forno em 180°C e unte e enfarinhe uma fôrma média
Reserve
Leve a Nutella ao micro-ondas por 1 minuto na potência média
Msturar a manteiga, levar por mais 30 segundos
Acrescente a nutella e a manteiga em uma vasilha e na seguinte ordem: o açúcar, o cacau, os ovos, a baunilha, a farinha, o fermento e as nozes
Leve ao forno para assar de 35 a 45 minutos (este tempo, sempre depende do forno)
Teste com um palito para ver se está pronto, o palito deve sair limpo quando espetado nas bordas e com migalhas quando espetado no meio
Deixe esfriar e corte em pedaços



Mousse De Leite Ninho®


Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
2 xícaras (chá) de Leite Ninho®
1 envelope de gelatina sem sabor
1 envelope de suco de sua preferência

Modo de preparo:

1- Hidrate a gelatina em 4 colheres de água morna
2- Misture em um recipiente o creme de leite, o leite condensado e o suco de sua prefrência
3- Acrescente o Leite Ninho®, a gelatina dissolvida e mexa até ficar homogêneo
4- Leve a geladeira por 1 hora






MOMENTO DE REFLEXÃO


Há muito tempo, num reino distante, havia um Rei que não acreditava na bondade de Deus.

Tinha, porém, um súdito que sempre o lembrava dessa verdade.

- Meu Rei, não desanime... Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca Erra!!!

Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei. O súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita.

O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu servo, perguntou a este:

- E agora, o que você me diz? Deus é bom? Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu dedo.

O Servo respondeu:

- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é Bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem! Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca Erra!!!

O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que o mesmo fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço.

Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez pôr uma tribo de índios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois se sabia que faziam sacrifícios humanos para seus deuses.

Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de júbilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto e o Rei já estava diante do altar, o Sacerdote indígena, ao examinar a vítima, observou furioso:

- Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso!! Falta-lhe um dedo!!

E o Rei foi libertado.

Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, mandou libertar seu súdito e pediu que o mesmo viesse em sua presença. Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:

- Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar sabendo que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meu coração uma grande dúvida: Se Deus é tão Bom, por que permitiu que você fosse preso da maneira como foi? Logo você, que tanto o defendeu?

O servo sorriu e disse:

- Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar, pois não me falta dedo algum!

Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca Erra!!!



Diário de Quinta-feira 05/03/2015


Quinta-feira, 05 de março de 2015.


“Quase sempre a maior ou a menor felicidade depende do grau de decisão de ser feliz.”  (Abraham Lincoln)



EVANGELHO DE HOJE
Lc 16,19-31

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.



Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: 19“Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias.
20Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, estava no chão, à porta do rico. 21Ele queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico. E, além disso, vinham os cachorros lamber suas feridas.
22Quando o pobre morreu, os anjos levaram-no para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado. 23Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe a Abraão, com Lázaro ao seu lado. 24Então gritou: ‘Pai Abraão, tem piedade de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’.
25Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra-te de que recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. 26E, além disso, há grande abismo entre nós: por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’.
27O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda Lázaro à casa de meu pai, 28porque eu tenho cinco irmãos. Manda preveni-los, para que não venham também eles para este lugar de tormento’. 29Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os profetas, que os escutem!’
30O rico insistiu: ‘Não, Pai Abraão, mas se um dos mortos for até eles, certamente vão se converter’. 31Mas Abraão lhe disse: ‘Se não escutam a Moisés, nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos”’.



Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.







MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade



Bom dia!
Uma reflexão imediata:
1) Somos presos aos milagres extraordinários e por vezes. deixamos de ver os ordinários que acontecem a todo o momento;
2)  A parábola contada por Jesus é mais pura verdade;
3) Que também existem pessoas que não acreditam em NADA, mesmo que vejam. “Se eles não escutarem Moisés nem os profetas, não crerão, mesmo que alguém ressuscite.”
Que dilema!
Como sabemos, em toda sociedade existe um abismo social entre ricos e pobres. Uma coisa os afasta e também uma coisa os nivela – Interesses e a Morte.
Jesus não demonstra em nenhum momento não ter interesse pelos ricos, mas que seus interesses muitas vezes os afastam Dele. Quantas pessoas ainda hoje vivem uma vida cômoda em virtude de falcatruas, roubos, sonegação de impostos? Quantas pessoas têm uma vida repleta de equívocos profissionais como lucro abusivo, estelionato e vantagens ilícitas e mesmo assim se põe a frente de movimentos, pastorais e lideranças? Não é um grande paradoxo? Como podemos servir a dois senhores?
Em muitos momentos dos evangelhos, Jesus deixa claro que nos conhece bem e nada fica oculto ao seu olhar. Nesse evangelho de hoje em especial Ele deixa claro seu amor, no entanto há uma triste sentença para aqueles que se enganam. A verdade aparecerá com o tempo.
Um pensamento: Nossa vida é engraçada. Até nossas células ao serem formadas disparam um mecanismo de quanto tempo viverão ou por quantas vezes se duplicarão. Sabemos também que casualidades podem encurtar esse tempo. Se, no fim, nos nivelaremos através da morte, por que então passamos boa parte do tempo tendo atitudes egoístas ou presas a coisas e não as pessoas?
“(…) Exorta os ricos deste mundo a que não sejam orgulhosos nem ponham sua esperança nas riquezas volúveis, mas em Deus, que nos dá abundantemente todas as coisas para delas fruirmos. Que pratiquem o bem, se enriqueçam de boas obras, sejam generosos, comunicativos, ajuntem um tesouro sólido e excelente para seu futuro, a fim de conquistarem a verdadeira vida”. (I Timóteo 6, 17-19)
Por favor, não se vangloriem os que passam dificuldade financeira, os pobres, os sofredores por estarem à frente dos ricos. Quantas pessoas também passam fome porque querem? Concordo que talvez FALTEM EMPREGOS, mas NUNCA FALTARÁ TRABALHO. Vejo mulheres mandando a frente seus filhos para pedir comida, mas não se habilitam a trabalhar uma manhã pelo que receberá. Quantos pais ficam em casa, no entanto põe seus filhos para vender balas ou fazer malabares em semáforos?
Ficamos entusiasmados quando um prêmio de Mega Sena acumula. Imaginamos mudar de situação e de vida; esperamos com muita atenção o resultado de uma Telesena; esperamos algo mágico ou extraordinário que mude nossa vida e que DE PREFERÊNCIA VENHA COM POUCO OU MÍNIMO ESFORÇO. (hunf) Somos na maioria pobres de espírito. Somos aqueles de qual falei que valorizam os extraordinários e desprezam os ordinários.
Gostava muito de assistir ao final de uma das novela das oito quando em depoimentos pessoas que encontraram o verdadeiro tesouro que enriquece a alma – a felicidade. São pessoas, como o rico do evangelho de hoje, que só descobriram o quanto eram felizes depois que a vida os privou de algo; ou pessoas de atitudes medíocres que tiveram que crescer para superar uma grande dificuldade e agora colhem os louros da vitória. Seus relatos de vida são um grande paradoxo com que esse mundo valoriza: O QUE É MELHOR, O MAIS BELO, O MAIS CARO, O MAIS RICO, O QUE TEM MAIS…
Lembre-se: O que de fato separa “ricos” e “pobres” do coração de Jesus é o interesse que cada um tem.
Nunca é tarde para recomeçar e mudar as atitudes de hoje!
Um imenso abraço fraterno!







VIDA SAUDÁVEL


Levando o pet ao divã: saiba como funciona a terapia canina


Latidos sem parar, objetos e móveis dilacerados, xixi e cocô no meio da casa. Cães de comportamento instável podem trazer muita dor de cabeça - e trabalheira! - para os donos. Para entender melhor os sinais dos peludos e resolver problemas de desobediência, os tutores podem usar a “terapia canina” a seu favor.
Não são poucos os profissionais que se dedicam a estudar o comportamento animal e os métodos para melhorar o convívio com os humanos. No caso dos bichos domésticos, especialistas acreditam que bastam poucos dias de erro na forma de lidar com os peludos para comprometer uma relação entre o mascote e seu dono. Ou seja, tal como as pessoas, os pets precisam receber orientações dos limites entre certo e errado desde filhotes. E é importante saber como se fazer entender pelo cão logo cedo.
“Um cão equilibrado não busca válvulas de escape para ansiedade, frustrações, conflitos e medos, que são, via de regra, os geradores do mau comportamento. Quando o tutor aprende como funciona a cabeça do seu amigo, ele pode satisfazer suas necessidades caninas em todos os aspectos”, diz o terapeuta de cães Bruno Leite, dono de uma empresa que presta serviços no Rio de Janeiro e em São Paulo.
Há dois tipos de terapia: a preventiva e a de reabilitação. Geralmente, o tratamento mais comum acontece em casa mesmo. É importante que o bichinho aproveite para testar limites no seu espaço do dia a dia e que os tutores participem de todo o aprendizado, para acompanhar o processo de mudança de hábitos. Não se engane: os responsáveis pelo pet são o principal canal para o treinamento do mascote, e também terão de se adaptar a uma nova rotina!
Algumas consultorias também oferecem sessões em colônias especiais para os cãezinhos, onde eles convivem com outros mascotes, em uma espécie de “retiro canino”. Nessas situações, os cachorros participam de atividades lúdicas, que servem, principalmente, para aqueles casos de cães com problemas de relacionamento.
Em média, uma consulta pode sair por R$ 90, mas os especialistas da área recomendam que os animais passem por mais sessões. Alguns terapeutas fecham pacotes de até 10 ou 12 encontros. No entanto, antes de sair contratando o serviço é preciso avaliar a necessidade e a intensidade do tratamento.
“O ideal é buscar um atendimento clínico, em serviços de referência, que possa examinar o animal e orientar sobre quais medidas deverão ser tomadas para o problema apresentado”, recomenda a médica veterinária Ceres Faraco, que é diretora do Instituto de Saúde e Psicologia Animal.
Para Ceres, é importante que os tutores busquem informações sobre os comportamentos típicos da espécie de seu cãozinho. Além, é claro, de sempre se manterem informados sobre a educação dos pets. A veterinária também alerta para a seleção do terapeuta.
“Embora muitos se denominem desta maneira, uma parcela menor tem formação para atuar nesta área. Um dos aspectos importantes é compreender que o envolvimento de veterinários é prioritário, pois é essencial avaliar qual a magnitude dos fatores biológicos na manifestação de comportamentos preocupantes”, diz.
Ou seja: antes de pensar em problemas de aprendizagem, os tutores não podem esquecer de descartar problemas com a saúde do companheiro!







MOMENTO DE REFLEXÃO


Vocês sabem quando sabemos que amamos alguém de verdade? Não é quando está tudo bem, quando nunca houve maré baixa. Assim é muito fácil. Que sejam amigos ou amores, é muito fácil dizer que se ama e desejar a felicidade do outro quando tudo corre como um rio tranqüilo.

Mas o amor mesmo, só pode ser provado quando o coração estiver quebrado em pedacinhos. Não que não exista se nunca ocorrem problemas, claro que existe. Mas quando a adversidade bater na porta da relação, aí então é que podemos estar seguros dos nossos sentimentos.

Amor não se desmancha com mágoa não. Nem com ressentimentos, nem com decepções, nem com problemas. Que amor frágil é esse, se assim for?

Sabemos que amamos alguém quando somos capazes de desejar sua felicidade passando por cima da nossa dor.

E é sobre isso que falo um pouquinho hoje. 



E quem nunca sentiu um amor assim de tanta grandeza, ore ao Pai. É um sentimento sublime e só mesmo nosso Divino Pai é capaz de colocar em nosso coração. E Ele não nos dá, Ele nos oferece.Acho que sabemos que amamos verdadeiramente uma pessoa quando a vemos partir, isso nos parte em mil, e ainda assim desejamos que ela seja feliz, mesmo se nossos mil pedaços vagam chorando em cada canto. Só o amor nos torna seres assim tão superiores, capazes de tanta grandeza.


Desejar a felicidade de quem magoou nosso coração não é assim coisa tão fácil. Exige de nós uma força extraordinária. Uma luta se trava em nós: parte nos empurra, nos cega para o bom e abre nosso coração à mágoa e outra parte se enche de ternura com as lembranças do que de bom vivemos. É nosso eu doente e nosso eu são dentro de um mesmo espaço e cada qual tentando falar mais alto. Como desejar a felicidade de quem nos feriu? Como passar por cima? Não somos santos, é o que nos dizemos. Somos feitos de carne, osso, alma e coração. Temos sentimentos... e os bons ficam assim tão miúdos quando os maus aparecem...

Só mesmo um coração maior que nós e nosso eu para vencer uma luta como essa.
Só mesmo um amor sem tamanho e uma bondade sem limites.

O amor é uma água bendita! Ele lava as mágoas, ele purifica, deixa branco, sem mácula. Se você for capaz de perdoar a alguém que feriu seu coração e ainda desejar a felicidade dele, saiba que o amor é o dom maior que vive no seu ser e que você é uma pessoa bem-aventurada!

E pessoas bem-aventuradas não só caminham com a felicidade do lado, elas caminham de mãos dadas com ela e vai chegar fatalmente o dia em que essa felicidade vai abraçá-las.


Letícia Thompson


http://www.leticiathompson.net/a_felicidade_do_outro.htm (Do livro Jesus no lar - cap. 43)



Diário de Quarta-feira 04/03/2015


Quarta-feira, 04 de março de 2015.


Toda grande caminhada começa com um simples passo. (Buda)



EVANGELHO DE HOJE
Mt 20,17-28

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.


Naquele tempo, 17enquanto Jesus subia para Jerusalém, ele tomou os doze discípulos à parte e, durante a caminhada, disse-lhes: 18“Eis que estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos sumos sacerdotes e aos mestres da Lei. Eles o condenarão à morte, 19e o entregarão aos pagãos para zombarem dele, para flagelá-lo e crucificá-lo. Mas no terceiro dia ressuscitará”.
20A mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “Que queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhe: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”.
24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os, e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo. 28Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.



Palavra da Salvação
Glória a vós Senhor.







MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
Alexandre Soledade



Bom dia!
Já perdi as contas quantas vezes ouvi alguém dizer ou afirmar que os “piores estão dentro da igreja”. De fato estão e talvez também não estejam, depende do critério que adotamos. No entanto independentemente do critério, em ambos os casos, temos os piores exemplos.
Sim! Temos os piores exemplos em ambas as pontas. Veja! Piores exemplos e NÃO piores pessoas.
Os piores exemplos dos “de fora” (…)
Quem não esta na igreja e vê esse fato como vitória sobre quem tem um gosto diferente; quem ofende ou trata alguém diferenciadamente porque tem uma postura ou valores cristãos; quem caçoa ou ridiculariza o filho que quer ser coroinha, acólito ou seguir uma vocação religiosa; quem incentiva a outros (namorados, amigos, parentes) a se afastarem; quem só procura a benção da igreja movida por medo, status ou visualização social, ou seja, aqueles que só vão a igreja em datas festivas ou de profunda tristeza (casamento, sétimo dia, formaturas, batizados) e ainda ficam olhando no relógio “doidos” para ir embora. Que usam a catequese como babá dos seus filhos para poder ficar em casa assistindo futebol, (…).
“(…) Eu não me envergonho do evangelho, pois ele é a força salvadora de Deus para todo aquele que crê, primeiro para o judeu, mas também para o grego. Nele se revela a justiça de Deus, que vem pela fé e conduz à fé, como está escrito: “O justo viverá pela fé”. Ao mesmo tempo revela-se, lá do céu, a ira de Deus contra toda impiedade e injustiça humana, daqueles que por sua injustiça reprimem a verdade. Pois o que de Deus se pode conhecer é a eles manifesto, já que Deus mesmo lhes deu esse conhecimento. De fato, as perfeições invisíveis de Deus — não somente seu poder eterno, mas também a sua eterna divindade — são claramente conhecidas, através de suas obras, desde a criação do mundo. Portanto, eles não têm desculpa: apesar de conhecerem a Deus, não o glorificaram como Deus nem lhe deram graças. Pelo contrário, perderam-se em seus pensamentos fúteis, e seu coração insensato se obscureceu”. (Romanos 1, 16-21)
Os piores exemplos dos “de dentro” são os narrados por Jesus no Evangelho de hoje.
Aquele que “vira dono da igreja”; que faz acordos para se eleger coordenador de um movimento ou pastoral; que só participa visando criticar; que afasta as pessoas; que implica por tudo e por coisas pequenas; que cobra regras, mas não as segue; que punem a comunidade por orgulho; que não vê seus próprios defeitos; que fazem da homilia um desabafo; que toca pensando que é show; que fala mais que o padre; (…). Engraçado! Toda boa comunidade tem desses tipos “pitorescos”
Mas será que são os piores? Não, não são! Como também não são aqueles que são criticados por esses “santos”.
Apesar de estarem equivocados quanto à forma de conduzir sua vida em relação aos outros, são pessoas que ainda buscam ficar do lado certo. O “dono da igreja” me lembra o namorado que de tanto amor “morre” de ciúmes da namorada. Não quer que ninguém converse com ela e tawls. É estranho, amor demais que vira ciúme! Só ele (a) esta certo; só ele (a) resolve… (risos), só ele será salvo.. É um tremendo contra censo com a mensagem de hoje. “(…) Entre vocês, o mais importante é aquele que serve os outros. Quem se engrandece será humilhado, mas quem se humilha será engrandecido”.
Quantas vezes já nos pegamos fazendo algumas dessas situações também? Quaresma é um tempo propício para rever posturas… Reflitamos a primeira leitura
“(…) Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva”. (Isaias 1, 16-17)
Um imenso abraço fraterno!







CURIOSIDADES



1-Canadá é o país mais educado do mundo: mais de metade dos seus moradores têm diplomas universitários.


2- Em 2011, um homem de 46 anos, perseguiu e atacou uma criança que o matou várias vezes no jogo Call of Duty.


3- Se você mora nos EUA, você nunca está a mais de 185 km de distância de um McDonald's.


4- As zebras são, na verdade, pretas com listras brancas. O preto é a cor real do pêlo, e as manchas brancas são simplesmente as áreas que carecem de pigmentação.


5- Cerca de 15 bilhões de cigarros são fumados todos os dias no mundo.


6- 5 fatos desconhecidos :
- Há dois cartões de créditos para cada pessoa nos Estados Unidos.
- As mulheres piscam quase duas vezes mais que os homens!
- Você não pode se matar prendendo a respiração.
- Quando você espirra para pra dentro(?), seu coração para por um milissegundo.
- É fisicamente impossível para os porcos olharem para o céu.


7- A cidade de Rio Docker na Austrália, já foi invadida por mais de 6.000 camelos que vieram em busca de água.


8- Se uma estátua de uma pessoa em um parque em um cavalo tiver com ambas os patas dianteiras no ar, a pessoa morreu em batalha.
Se o cavalo tiver com apenas uma pata dianteira no ar, a pessoa morreu em conseqüência das feridas recebidas na batalha.
Se o cavalo tiver todas as quatro patas no chão, a pessoa morreu de causas naturais.


9- Pessoas ricas na Rússia contratam ambulâncias falsas para furar o congestionamento no transito de Moscou.


10- Metade dos pilotos pesquisados no Reino Unido admitiram ter dormido enquanto pilotavam um avião de passageiros.








MOMENTO DE REFLEXÃO


Toda vez que as lições do doce Rabi da Galiléia são colocadas na pauta das reflexões humanas, os comentários que se ouvem a respeito de sua inadequação à vida moderna são muitos.
Falam que é quase impossível praticar as lições da boa nova neste mundo avesso à bondade, à renúncia e ao perdão. Neste mundo em que o que vale é a conta bancária polpuda, roupas caras, o último modelo do carro, a maioria das criaturas vive na indiferença e no endurecimento.
A respeito de tais questões, conta-se que em tempos antigos existiu um grande artista que se especializou na harpa. Tamanha era a perfeição com que executava as peças musicais que pessoas importantes vinham de longe para ouvi-lo.
Senhores de terras estranhas vinham até sua moradia em caravanas somente para escutar as suas sublimes execuções.
Graças a isso, o mestre da harpa fez fama e fortuna.
Comentava-se que não havia ninguém na terra que o pudesse igualar na expressão musical.
Esse músico possuía um escravo para seu serviço pessoal. Era ele que servia água, frutas e doces aos convidados.
Com uma aparência um tanto tola, nunca conversava.
A harpa do seu amo, contudo, o atraía e por vezes ele olhava fascinado para as mãos do artista dedilhando o instrumento, em quase adoração.
Certa noite, o artista voltou para casa bem mais cedo do que se esperava. Ao adentrar nos jardins percebeu que uma melodia celeste estava no ar.
Alguém tocava de forma magistral na casa solitária. O artista se comoveu. Quem seria o estrangeiro que lhe tomara o lugar?
Ou quem sabe seria um anjo exilado na terra que assim expressava sua grandeza através das notas musicais?
Sensibilizado por pressentir a existência de alguém com ideal artístico muito superior ao seu, avançou devagar para não ser percebido.
Qual não foi a sua surpresa ao verificar que o harpista maravilhoso era o seu velho escravo tolo. Usando os minutos que lhe pertenciam por direito, sem incomodar ninguém, ele exercitava as lições do seu senhor há muito tempo.
O artista generoso e famoso decidiu libertar o escravo, conferindo-lhe posição ao seu lado, nas apresentações musicais, dali por diante.
A aquisição de qualidades nobres se dá pelo esforço, da mesma forma que pelo exercício se adquire maestria em uma arte.
Toda criatura que utilizar as horas que dispõe na harpa da vida, com sabedoria, depressa absorverá a grandeza e a sublimidade de que falam os evangelhos e se tornará um representante dos céus, perante os seus irmãos na terra.
O tesouro das horas é distribuído de forma generosa a todos.
Cada um faz dele o que bem entende.
Quem trabalha somente pela paga que recebe, quem não aproveita a oportunidade das horas para crescimento pessoal, de verdade nada terá além do salário do mundo.
Investir em si mesmo, na sua reforma pessoal, interessar-se pelos outros e se doar é condição que todos podemos desfrutar.


 (Do livro Jesus no lar - cap. 43)